Você já deve ter ouvido falar do PIX. Deve ter aparecido um botão novo com esse nome no seu app do banco ou já foi comunicado sobre ele de alguma forma.

PIX: o que é e como funciona?

O que é o PIX?

O PIX é o novo sistema brasileiro de pagamentos criado pelo Banco Central do Brasil, que possibilitará transações monetárias instantâneas, ou seja, você poderá realizar pagamentos, envio ou recebimento de valores de forma muito rápida, através do seu celular.

A ferramenta está em testes desde o começo do ano e se difere dos pagamentos bancários tradicionais, por liquidar transações na hora e ficar no ar 24 horas por dia, sete dias por semana. O PIX deve substituir os já conhecidos DOC e TED, e começou a funcionar em 16 de novembro.

Esse conteúdo também está em vídeo, disponibilizado no Youtube.

Confira a seguir, todos os detalhes sobre o novo jeito de fazer pagamentos e transferências.

Além de bancos, será possível fazer um PIX também por meio de aplicativos de pagamentos que hoje dependem exclusivamente da rede bancária para operar.

Assim como os ocorre com as transferências atuais, o sistema funcionará como ponte entre o pagador e o recebedor. Os dois lados da transação podem ser tanto pessoas físicas, pessoas jurídicas (incluindo entes governamentais) ou uma combinação entre elas. Na prática, a novidade promete ser um TED disponível a qualquer hora do dia, em uma quantidade maior de serviços, e com valor que cai na hora na conta do recebedor.

Segundo o Banco Central do Brasil, não será preciso instalar nenhum aplicativo adicional para utilizar o PIX. O sistema será integrado aos serviços já oferecidos por bancos, fintechs e estabelecimentos comerciais. Dessa maneira, o PIX deverá se tornar mais uma opção de transferência ao lado do TED e do DOC na hora de efetuar uma transferência pelo caixa eletrônico ou via Internet banking.

Benefícios

PAGADORES

  • Mais rápido, barato e seguro
  • Mais prático (uso da lista de contatos de celular ou de QR Code para iniciar pagamentos)
  • Mais simples (só precisa de dispositivo digital para realizar o pagamento, dispensa uso de cartão, folha de cheque, cédulas, maquinhinhas, etc)
  • Possibilidade de integração e outros serviços no smartphone

RECEBEDORES

  • Custo de aceitação menor que dos demais meios eletrônicos
  • Disponibilização imediata dos recursos, o que tende a reduzir necessidade de crédito
  • Facilidade de automatização e de conciliação de pagamentos
  • Facilidade e rapidez de checkout (não tem necessidade de POS para passar o instrumento de pagamento ou de um caixa para dar troco)

PIX

  • Eletronização dos meios de pagamento (consequentemente, melhor controle de LD/FT e redução do uso de cédulas, que são instrumentos socialmente mais custosos)
  • Maior competição entre prestadores de serviços de pagamento (tende a gerar serviços com maior qualidade e menor custo)
  • Facilita a entrada de novos atores
  • Maior potencial de inclusão financeira (custos menores de iniciação e de aceitação e ambiente com mais agenstes ofertantes)
  • Aumento de benefícios, preservada a segurança

Em resumo, o PIX é o novo sistema de transações financeiras que facilitará o envio e recebimento de valores entre pessoas e empresas.

Chaves PIX

Para utilizar os recursos do PIX, você precisará registrar suas chaves. Elas são um dado pessoal seu, que será utilizado para realizar as transferências ou pagamentos e podem ser: CPF, e-mail ou telefone.

PIX: como cadastrar suas chaves.

Basicamente, quando for receber algum recurso, basta repassar a informação da chave e o valor será recebido no banco em que ela está registrada.

Para saber como cadastrar sua chave PIX, gravamos um vídeo com todos os detalhes do registro no app do Nubank e do Banco Inter.

Confira abaixo – PIX: como cadastrar suas chaves.

Qualquer dúvida, deixe seu comentário ou nos chame no Instagram – @poupadeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.