SEO: o outro lado da técnica

Diante toda a discussão gerada pelo post em que as técnicas de SEO foram designadas como sendo técnicas “hacker” para infecção de computadores, vale ressaltar a verdadeira “missão” da técnica. Um artigo interessante, publicado no IDG Now! esta semana, mostra que o SEO está sendo pré-requisito para o sucesso de projetos online.
Contudo, a técnica ainda não é muito bem utilizada aqui no Brasil, e Thiago Bacchin (CEO da Cadastra) afirma que o SEO “deveria ser um pré-requisito básico” para todo e qualquer projeto online.

Hacker – profissional de SEO

Calma! A frase acima é apenas o reflexo de uma matéria, em que a autora afirma que a utilização de técnicas de SEO (Search Engine Optimizion) infectaram milhões de computadores, como descrito abaixo:
Em 2008, um novo tipo de ameaça conhecida como Search Engine Optimization (SEO) – código de infecção e intrusão, atingiu cerca de 1,2 milhões de sites, incluindo alguns dos mais populares. Após a passagem desta ameaça excepcionalmente destrutiva, tornou-se claro que as aplicações estavam totalmente vulneráveis aos ataques de hackers.
Enfim, a matéria foi alvo de muitas críticas e causou um grande alvoroço, além de grandes discussões em toda internet, principalmente na comunidade de desenvolvimento web.