Justiça determina bloqueio do WhatsApp em todo o Brasil por 48 horas

A notícia viralizou na internet em poucos minutos na tarde de 16/12/2015. Parece piada, mas não é! Ou é.. :S

Talvez não seja novidade para ninguém que a Justiça determinou o bloqueio do WhatsApp em todo o território Nacional por 48 horas. Certo, mas porque o simples bloqueio de acesso a um aplicativo utilizado por milhões de pessoas causou tanta indignação?

Justiça de São Paulo bloqueia Whatsapp em todo país por 48 horas

Justiça de São Paulo bloqueia Whatsapp em todo país por 48 horas

É um assunto muito delicado e vou responder em alguns pontos.

#1 – Top da lista

O WhatsApp foi criado em 2009 e desde então só vem crescendo em acessos, tanto que em 2014 foi adquirido pelo Facebook. Em 2015 ganhou o recurso de Client Web, podendo ser acessado por computadores num Browser comum.
É um App simples, com muitos recursos e gratuito no primeiro ano. Se popularizou muito rápido no Brasil e hoje, mais de 100 milhões utilizam-no todos os dias.
Atualmente é o comunicador instantâneo que está no Top 10 da lista de Aplicativos instalados na maioria dos Sistemas Operacionais para Smartphones, com bilhões de usuários por todo o mundo.

#2 – Operadoras

Devido aos vastos recursos que a ferramenta possui (incluindo chamadas de voz) e a própria popularização, as Operadoras de Telefonia passaram a odiar o Aplicativo. Nesse ponto a conversa fica crítica.
Fazendo uma relação entre o Crescimento do acesso a serviços de Telefonia e os Investimentos ocorridos no setor entre 2009 e 2014 pode-se notar a discrepância e a motivação da baixa qualidade dos serviços oferecidos pelas empresas brasileiras.

  • A quantidade de acessos passou de 174 para 280 (milhões), um salto de 61% no número de usuários.
  • Os investimentos passaram de 10,6 para 12,8 (bilhões), representando 21% de aumento.
  • Em contrapartida, a receita passou de 72 para 100 (bilhões), ou seja, 39% de aumento.

É hora de mudar seu modelo de negócio. Oferecer serviços de melhor qualidade. Converter a tecnologia de voz para dados. Expandir os acessos.

#3 – Alternativas

Existem diversas alternativas ao WhatsApp e outras inúmeras opções que podem ser utilizadas para comunicação.
Entre elas, podemos destacar:

  • Facebook Messenger: outro aplicativo (também do Facebook) que permite a comunicação instantânea por mensagem, envio de fotos e vídeos
  • Telegram: possui interface muito parecida com o WhatsApp e já ganhou diversos novos usuários devido ao bloqueio do seu principal concorrente
  • Viber: aplicativo que também se parece com o WhatsApp e ainda possui recurso de chamada com vídeo
  • Skype: também muito parecido com o WhatsApp e ainda possui recurso de mensagens com vídeo

O WhatsApp foi bloqueado para acesso por meio de redes nacionais, mas continua com seu funcionamento normal em outros países. Logo, pode-se utilizar recursos de rede VPN para acesso de redes externas. Mas cuidado com as redes que se conecta, Segurança é tudo!
Se de tudo não der certo, ainda temos outros meios: e-mail; carta; sinal de fumaça..

 

#4 – Liberdade

Finalmente, respondendo a pergunta do início do post, não é simplesmente O BLOQUEIO DE UM APLICATIVO. Mas a tentativa de bloqueio da liberdade de um povo que vive num país que se diz DEMOCRÁTICO.
Não digo isso apenas pelo WhatsApp, temos vários outros casos que geraram muita polêmica ultimamente, como o Uber.
O fato é que, o que o Mundo levou séculos para conseguir, aqui no Brasil tudo chega muito devagar. E quando chega, temos quem decide por barrar.
Casos que realmente merecem a atenção justa (como criminais), levam meses, anos e até décadas para uma decisão da Justiça. Mas bloquear o acesso de milhões de pessoas que não cometeram crime algum leva um tempo bem menor.
Enfim, é muito mais fácil agir em prol daqueles que trabalham com Bilhões, do que os humildes que mal sabem ler.

Resposta do Facebook

Mark Zuckerberg postou sua indignação na rede, em inglês e português.

Postagem de Mark Zuckerberg no Facebook

Postagem de Mark Zuckerberg no Facebook

Postagem de Mark Zuckerberg no Facebook

Postagem de Mark Zuckerberg no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *