A nova imagem do Observatório Europeu do Sul (European Southern Observatory – ESO) mostra a estranha galáxia Centaurus A, produzida com o instrumento Wide Field Imager montado no telescópio MPG/ESO de 2,2 metros, instalado no Observatório de La Silla do ESO, no Chile. Com um tempo total de exposição de mais de 50 horas, esta é provavelmente a imagem mais profunda já criada deste espetacular e incomum objeto.

Galáxia Centaurus A

Galáxia Centaurus A



Galáxia Centaurus A
A Galáxia Centaurus A situa-se a cerca de 12 milhões de anos-luz de distância na constelação do Centauro e distingue-se por ser a galáxia mais forte do céu. Os astrônomos pensam que o núcleo brilhante, a forte emissão rádio e os jatos da Centaurus A são produzidos por um buraco negro central com uma massa de cerca de 100 milhões de vezes a massa do Sol. A matéria situada na regiões centrais densas da galáxia liberta enormes quantidades de energia à medida que cai em direção ao buraco negro.
O brilho que enche a maior parte da imagem vem de centenas de bilhões de estrelas velhas e frias. Contrariamente à maioria das galáxias elípticas, a forma homogênea da Centaurus A é perturbada por uma faixa larga e “remendada” de material escuro, que obscurece o centro da galáxia.
Fonte: ESO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *